Entenda a importância da avaliação de imóvel e como fazê-lo com eficiência!

Tempo de leitura: 3 minutos

Na hora de comprar ou de vender um imóvel, pode ser difícil definir seu preço de mercado. Localização, acabamentos, estado de manutenção e até mesmo as relações emocionais do proprietário com o imóvel influenciam no preço desejado na hora de decidir a melhor estratégia.

Mas, deixando a emoção de lado e pensando friamente, como saber se de fato o preço do meu imóvel está de acordo com valor de mercado? Nessa hora, é melhor buscar uma avaliação, um serviço que oferece uma opinião profissional, séria, técnica e isenta para definir o quanto vale seu imóvel.

Como fazer a avaliação de imóvel?

Imobiliárias oferecem laudos de avaliação para ajudar na definição dos preços. Esses laudos já são muito utilizados para diversos fins, podendo ser usados em casos de desavenças sobre preços de casas e apartamentos.

É o caso de divórcios, de partilhas de heranças e de processos de execução de débitos que envolvam bens imobiliários. Nessas situações, a Justiça costuma solicitar que peritos avaliem os imóveis e forneçam um parecer sobre o seu valor de mercado.

O recurso, no entanto, não vale só para brigas e desavenças. O laudo de avaliação pode ser uma ferramenta para ajudar qualquer pessoa que queira comprar ou vender um imóvel.

O que ganha o comprador?

Se você está pensando em comprar um imóvel, um laudo técnico de avaliação de um imóvel pode lhe ajudar de várias formas. Uma delas é definir a sua estratégia de negociação.

Se você tiver em mãos um laudo técnico do valor de mercado do imóvel, saberá se o preço pedido pelo vendedor está acima ou abaixo dele. Se estiver abaixo, você saberá que está diante de uma pechincha e que comprará um imóvel com potencial de valorização.

Nesse caso, talvez seja a hora de acelerar a negociação, pois outro comprador pode lhe ultrapassar. Mas, se o vendedor pedir um valor acima do preço de mercado, talvez seja o caso de barganhar um desconto.

Outra vantagem do laudo de avaliação é que ele pode lhe dar uma referência de preços para investir em imóveis em um mercado que você não conhece. Cada cidade tem suas particularidades. A mesma casa sai por valores diferentes em Campo Grande, São Paulo ou Boa Vista, por exemplo.

O que ganha o vendedor?

Se você quer vender um imóvel, a avaliação de um profissional poderá lhe ajudar a definir que preço cobrar. Ligações emocionais com o imóvel podem distanciá-lo da realidade de mercado. Sem referências, você pode cobrar um preço acima de mercado e ter a sua venda comprometida.

Da mesma forma, você pode ter uma joia na mão e não saber. E vendê-la abaixo do preço de mercado representará um negócio ruim, que afetará o seu patrimônio.

Vale lembrar que o preço do laudo de avaliação de imóvel não é, necessariamente, o preço de venda. O preço de venda depende das duas partes e de fatores que variam caso a caso, como, por exemplo, o desejo do comprador pelo imóvel ou a pressa do vendedor em se desfazer dele. Mas, sem dúvida, é uma forma de tomar uma decisão mais racional sobre um negócio tão importante. Então, na dúvida sobre o preço de mercado, consulte uma imobiliária e peça uma avaliação de imóvel.

Ficou interessado no assunto? Então confira este artigo com 5 dicas para vender e comprar imóveis durante a crise!

Sobre Perez Imóveis

Ser referência no mercado imobiliário no estado de Mato Grosso do Sul é nosso objetivo. Sempre na vanguarda, trabalhamos para que você tenha a melhor experiência em comprar ou vender seus imóveis. Mas se você quiser empreender, também estamos prontos para te atender. Selecionamos terreno, método construtivo e projetos para que você tenha retorno sobre investimento.

2 Comentários

  1. Fabio Ciasca

    Muito bem escrito, direto e esclarecedor o artigo! Parabéns a toda a equipe Perez, Sucesso!!!

    Responder
    1. Perez Imóveis

      Obrigada Fábio, produzimos este conteúdo pensando em nossos clientes! Um abraço – Marketing Perez Imóveis

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *